Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 17 de junho de 2010

História, parte 3

"'Será possível que a bendita Elise é tão pateta assim?'. Elise tinha mania de abrir portas, como fosse um mordomo. A figura de quem Annie fugira todo esse tempo deu passos lentos e pesados até a sala onde ela estava.
-Que novidade encontrá-la por aqui. - disse a figura, não mais figura, pois tornara-se de aparência masculina com feições discretas.
Annie se levantou e, boquiaberta, correu para o andar de cima. Elise continuava sem entender nada.
-Como posso ajudá-lo? - Ela perguntou ao homem.
Ele só a olhou e andou em volta do sofá.
-Ela vai descer logo. - ele disse. - Mas não pelas escadas. - Passou a mão pelo sofá e andou em direção à porta. Esperou cinco segundos e só acrescentou:
-bom dia. - e saiu pela porta.
Elise foi atrás dele, passando pela porta de madeira do outro lado da sala. Ele estava parado encostado em uma árvore. Elise se escondeu e ficou espionando.
Distraída, tomou um susto ao ouvir um barulho. E lá se fora Annie, andando depressa para os fundos do castelo. O homem foi até Elise.
-Ela pulou do andar de cima? - perguntou ela.
-É o que parece. - ele respondeu. Comprimentou-a e se retirou, indo em direção aos fundos."





By Frank

Nenhum comentário:

Postar um comentário