Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 21 de junho de 2010

História, parte 7

-Mas que raios de proposta foi essa, meu! - Annie jogava tudo para o alto. O caçador de almas havia saido com um breve sorriso no rosto. - E ainda ficou caçoando da minha cara!
-Caçoando de você? - Elise não entendia. - Como?
-Ah..Você sabe.
-...?
-Ah, deixa para lá... - ela parecia triste.
O dia seguinte foi silencioso. Elise havia ido À cidade para fazer compras e Annie ficara cuidando da casa.
'toc toc'. 'Quem é agora?', pensou Annie consigo mesma. Levantou-se do conforto do sofá e foi abrir a porta, com cuidado.
-Siim? - disse, cantarolando.
-Já está decidida? - era ele!
-AHHH SAI DAQUI! - ela fechou a porta. Mas, virando-se em meio segundo, ele apareceu atrás dela.
-Desculpe-me se cheguei em um momento ruim... - ele disse, ignorando o susto de Annie. - Mas eu costumo assustar as pessoas com esse meu trabalho. Queria seu apoio, então nós dois seríamos os horrores.
-Isso não é nada bonito! - Annie rugiu.
Ele ergueu a sombrancelha. Deu um passo em direção de Annie. Ela recuou, mas encontrou a porta.
-AHHH! - Annie se revoltou e empurrou a "criatura sombria" com sua força total, mas não era o suficiente.
-É só dizer que me ajudará. - ele sussurrou, calmamente.
-Não vou! Sai daqui agora! - ela correu.
-Por que tem que tornar tudo tão difícil? - ele aumentou a voz, enquanto Annie corria escada àcima.
Ele sorriu, como quem ganhasse o jogo.
Annie trancou a porta do quarto e se jogou no chão, barrando a porta.
-Você sabe que eu posso passar por onde eu quiser. - Ele sussurrou em seu ouvido. Annie se assustou.
Ele segurou seu rosto.
-Você tem até a meia-noite do último dia de outono. - Propôs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário