Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 24 de agosto de 2010

IGNORÂNCIA É O Ó

Não pensei que eu fosse escrever sobre algo assim aqui no bobagens, mas hoje vim postar sobre maus tratos aos animais, porque parece que, apesar de todos os esforços que as pessoas lúcidas fazem para acabar com essa PALHAÇADA (não tenho vergonha de dizer que é isso o que eu acho), ainda há muita gente que não entende o que significa paz. Poderia ficar discutindo esse assunto a noite toda explicando que nós, humanóides egocêntricos, temos as mesmas obrigações com os bichos que tanto tratamos como lixo, mas que no fim das contas somos nós o servos nessa sociedade "desumana".
Hoje o gato de uma amiga morreu por envenenamento. Alguém daquela vizinhança deu comida com veneno para o bichinho e ele foi encontrado morto, mas o mais absurdo é que esse não foi o primeiro caso. Em dois meses dois gatos e um cachorro foram assassinados da mesma forma.
Os casos já foram notificados na Polícia Ambiental, já foi feito um B.O, porém ainda não me dei por satisfeita, repito quantas vezes forem necessárias para ver se entra alguma informação na cabeça da pessoa que pensa em fazer uma atrocidade dessas: matar animais é CRIME!

Ainda não está convencido do que estou dizendo? Então leia:

A principal lei que protege os animais é a Lei Federal 9.605/98, conhecida como Lei dos Crimes Ambientais:
"Art. 32 - Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos.
A pena será de 3 meses a 1 ano de prisão e multa, aumentada de 1/6 a 1/3 se ocorrer a morte do animal."

Além dessa lei o Decreto-Lei n° 24645/34 dá proteção legal aos animais desde os tempos de Getúlio Vargas!

E, para acrescentar ainda mais os "direitos dos pets", a Constituição Federal de 1998 diz que devemos "proteger a fauna e a flora, vedadas, na forma da lei, as práticas que coloquem em risco sua função ecológica, provoquem a extinção de espécies ou submetam os animais a crueldade."



Você quer ajudar a acabar com essa crueldade toda? Se ver algum ato de violência, seja lá qual for, com o bichano, DENUNCIE!


Algumas ações consideradas maus-tratos:
-Não dar água e comida diariamente;
-Manter preso em corrente;
-Manter em local sujo ou pequeno demais para o animal andar ou correr;
-Deixar sem ventilação ou luz solar, desprotegido do vento, sol ou chuva;
-Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
-Obrigar a trabalho excessivo ou superior à sua força;
-Abandonar;
-Ferir;
-Envenenar;
-Utilizar para brigas, farra-do-boi, etc.





Bom, não tenho mais o que dizer... Melhor eu ir parando por aqui antes que a última vaga do hospício seja minha e não do louco que matou o Patinhas...


Beijos de Iselo*

3 comentários:

  1. Crime é crime e como tal deve ser tratado.Enquanto a lei não se fizer cumprir,enquanto investigações sérias não forem feitas para encontrar e punir os culpados,crimes como esse continuarão ocorrendo.
    Quem é capaz de matar um ser inocente e incapaz de se defender é capaz de muitas outras coisas.Hoje,um gatinho,amanhã,um cachorrinho,depois,uma criança...Denuncie.Atormente,mas não deixe mais um sociopata impune.

    ResponderExcluir
  2. Infelizmente esse tipo de crime é, na maioria das vezes, arquivado, pois o tratam como se não fosse importante... Só Deus saber o que esse tipo de atitude pode gerar no futuro.

    ResponderExcluir
  3. Concordo plenamente com as duas colocações .
    Outra espécie de crime que vale a pena ser mencionada diz respeito ás campanhas de vacinação.
    Este ano o governo resolveu vacinas cães e gatos com uma vacina sem teste,ou melhor,o teste foi feito durante a campanha,nos animais que teoricamente deveriam ser vacinados para não virem a morrer de raiva.
    O fiasco foi tão grande que a vacinação foi interrompida.
    Mais um crime sem punição,cometido contra os animais,contra os donos e contra o contribuinte.
    Esse é o Brasil.

    ResponderExcluir