Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Era uma vez...

Já que o assunto de algumas postagens foi lendas, contos e mitos, vou contar aqui uma historinha que ‘já me contaram’ uma vez...

“Era uma vez uma garota, Julieta, que era apaixonada por um rapaz, cujo o nome se chamava Romeo. Romeo também gostava de Julieta, mas infelizmente suas famílias não aprovavam o romance, sempre havia um empecilho que os impedia de serem felizes juntos. Um dia a irmã de Julieta, que dizia amá-la mais do que o próprio Romeo, a traiu e fez com que seu amado fosse levado para tão longe, o reino de Oz. Ficaram afastados por muito tempo, entretanto ainda mantinham contato por cartas entregues às escondidas pelos seus amigos do bosque. Quando a mãe de Romeo foi avisada por seu espelho das ‘escapadas’ do filho, contratou o lobo mau da floresta encantada para impedir que o garoto falasse com a donzela. Julieta, na mesma época, fora pega escrevendo num papel, à lápis, ao seu amante e acabou sendo presa numa torre alta e sem portas. Para piorar a situação a Bruxa das Neves, a única que tinha acesso ao quarto da torre onde Julieta fora trancafiada, cortara as longas tranças da guria, impedindo-a de poder fugir daquele lugar infernal... Mas um dia seus cabelos cresceriam até os fios alcançassem os galhos da velha árvore que sustentava aquela prisão, e seria o suficiente para Romeo escalar aquela grossa parede de pedras e, enfim, resgatar Julieta para fugirem de todo o terrível mundo de contos de fadas Fim!.”

Pois é, há diga que não vive um conto de fadas, mas para mim conto de fadas é toda a história que termina num final feliz. Se as coisas ainda não terminaram bem, é porque esse ainda não é o fim... Com um pouco de paciência, calma e esforço de todas as partes, tudo pode terminar com um “felizes para sempre”, certo? ^^


Beijões Iselo*

2 comentários:

  1. Ptchiuuu! *Tapanacara* Muito bom, mon cheri! Oui, oui! *clapclap*

    Infelizmente, algumas histórias são mais reais do que deveriam ser...

    ResponderExcluir
  2. Esse é um dos grandes problemas das "pessoas especiais"!
    hauahuahuahauhauaha
    misturamos fantasia com realidade! ^^

    (iselo*)

    ResponderExcluir