Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

segunda-feira, 25 de abril de 2011

PARTE 3...

Chegaram no centro [no último ponto] e desceram do ônibus. Iselo se lembrou de experiências nada agradáveis naquela praça onde haviam parado.

Iselo: Pudim... Se algum hippie chegar perto de você, corre, tá?
Pudim: (...) o___o'

Completamente desnorteadas, pediram informações à guarda do outro lado da rua.

Pudim: Moça, como chego no lugar X?
Puliça: AHN???? Oo *é.de.comer?*
Iselo: Mias facil perguntar onde fica a Bandeirantes de energia... -_-'
Puliça: Ah... Nossa, vocês estão longe, hein? Melhor vocês entrarem nessa rua, virarem à segunda... ou seria terceira? não! Na quarta à direta, atravessa o posto do Janjão, passa por debaixo da carroça, sobre o penhasco, cai desfiladeiro, dobra a esquerda e segue reto. Daí você chega na Bandeirantes :D
Iselo: Putz... -.-'
Pudim: Ah, obrigada ._.'
Outro puliça do lado da puliça: Ah, esse lugar aí fecha às 17:00 e agora são 16:24... Melhor correrem o.o'

Iselo olha para Pudim. Pudim olha para a Iselo.
CORREEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!

---


Imagine a cena:
Uma garota alta estava correndo-meio [corrida com meios passos para acompanhar os da menina ao lado] seguida por uma baixinha que parecia uma tartaruga com uma mochila gigantesca. A cada 3 esquinas paravam para pedir informação para um guarda ou transeunte que achava que estava sendo assaltado. Chegaram roxas, verdes, azuis, laranjas e vermelhas (amarelo não, porque já sou dessa cor) no lugar X,  5 minutos antes da 17, quando o lugar deveria fechar... Mas não fechou ¬¬


É... Acho que é a segunda vez que isso me acontece õ.Ò'


Beijões de Iselo* \o/

Nenhum comentário:

Postar um comentário