Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

quarta-feira, 9 de março de 2011

CARNAVAL 2.0

Sexta-feira de carnaval chuvosa.
Tive aula, reunião de grupo do Projeto Interdisciplinar, casa da vovó e acabei indo com meu pai para casa correndo (literalmente) às 20hs, já que nossa viagem para o interiorrrr estava marcada para aquela noite. (Y)
Entrando em casa a recepção foi maravilhosa: "ONDE VOCÊS DOIS ESTAVAM????? ¬¬"
Trinta minutos de blábláblá sobre nossas responsabilidades, ou melhor, falta delas.

*momentodesabafo*
Caros leitores, aprendam algo para as suas vidas: Não interessa quantos argumentos você tenha para mostrar à sua mãe que a culpa não foi sua. É claro que a chuva caiu porque você, e só VOCÊ, quis!
[voltando...]

Um toró imenso desabou sobre nossas cabeças e os chefes da família decidiram que a estrada estava muito perigosa para irmos àquela hora para Lorena buscar minha irmã e de lá para Pedralva.

A luz acabou, os bônus infinitos que operadora me deu acabariam em menos de 4 horas,  não havia uma alma sinistra/interessante para rir comigo senão o espelho, e nem esse cooperava, retribuía com a cara de tacho mais horrorosa que eu já vi... Mas tudo bem, o espírito do Carnaval ainda estava intacto!
Eu ainda tinha meus planos de fantasias, danças que eu teria de suportar, eu até guardava energia para dançar no dia seguinte... Ainda estava tudo bem... Ainda.... (muahuahauaa)

Como toda manhã de viagem, minha mãe encontrou uma forma extravagante para me acordar. Graças aos céus dessa vez foi só a panela! -_-'
Arrumei as malas mais rápido que o Flash e sentei no sofá para esperar meu pai chegar com "as coisas". Até agora eu não sei o que são essas "coisas", só sei que acabamos saindo de casa quase no horário do almoço e a dona Sonia ficou uma fera, eu disse FERA, ou melhor FERA, com o atraso. Ainda teríamos de passar na casa da vó para ela poder ir com a gente.

Chegando em LorenCity, a garoinha chata que caía não dava trégua. Saí do carro pelo lado da rua e quase fui atropelada por 4 das milhares de bikes daquela cidade... (esse número me persegue!! >.<)

Se você acha que eu estou brincando, procure algum estacionamento para carros na cidade e a única coisa que você vai encontrar é estacionamento de bicicleta. Como já dizia um amigo meu: "200 bicicletas por habitante!" (é, caro... você mesmo! uhauahuahauh xD)

Enfim! Fomos pra Minsss, e chovia mais que São José dos Campos, São Sebastrovão, Caraguatáchuva e Ubachuva juntos! Acabou que minha fantasia de carnaval foi meu edredom mesmo...
Na noite seguinte a chuva não me intimidou e consegui aproveitar a festa... Ganhei de brinde uma gripe infeliz e uma bela dor de cabeça! (Y)

Pensei em ir com meu pai ver o sítio e passear de trator, mas fiquei em casa mesmo. Pelo menos essa foi uma boa decisão. A caminhonete que meu pai levou ficou atolada no barro, o trator não conseguia subir o morro e tiveram que ir empurrando. Ficaram todos tão sujos de lama que eu me perguntei umas duas vezes se não tinham me enganado e fugido para um spa... =/

No único dia que não choveu, a cidade resolveu tocar funk a noite inteira, aí foi a gota d'água. Fomos todos embora na terça-feira com uma enxaqueca do inferno, cara de zumbis do "Thriller", mil horas de trânsito e um humor do cão.

Adoro esse feriado! :D





(perdoem os erros, mas estou sem paciência para revisar)

---
Beijões de Iselo*

Nenhum comentário:

Postar um comentário