Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

De javù?




Você sabe o que é um de javù? Se você está procurando uma postagem sobre a banda de forró, que você acha super legal, por favor, feche essa aba e esqueça o nome do blog, ok? -.-'
O assunto aqui é outro. O de javù "original"... \o/
Quando traduzimos para o português, a expressão de javù significa "já visto". É na verdade aquela sensação estranha que temos, às vezes, quando vivemos, aparentemente, pela primeira vez um momento e pensamos que já aconteceu antes... Confuso para você? Então vou dar um exemplo.


Você entra no shops pela praça de alimentação. Acabaram de abrir aquela loja nova de comidas exóticas que você nunca viu na vida. Vai caminhando por aquela direção, bate aquele cheirinho de "X" identificável e... TANAN! Aquela sensação de "eu já vi isso em algum lugar" chega em você, só que... você acha que nunca viu aquelas comidas, nem tem ideia do que seja aquele cheiro!!

---comentário random---
tsc, tsc.. não confie em todos esses restaurantes com ótimo cheiro, mas com comidas de aparência grotescas, nem sempre dá certo! =S

---voltando---


Pode ser que essas experiências estranhas sejam só esquisitices da sua cabeça, mas também pode ser que você já tenha passado por uma situação parecida, mas não deu importância para o momento ou não se lembra. Podem ser lembranças da infância, ou seu cérebro não "codificou" direito aquela informação que você já viveu.  
Quando acontece essa segunda opção, não guardamos direito o momento passado na cabeça, o de javù pode ser perturbador, sabia? Acontece que a lembrança foi tão fragmentada que você não consegue fazer uma ligação entre a "sensação" e as suas memórias, o que pode te deixar biruta!
uhauahuahuahuahauhauha
Portanto, não esquente muito a cabeça para tentar lembrar alguma coisa que não vai te ajudar em muita coisa... Você vai fritar seus miolos e pode ser que com isso você não se lembre de mais nada! :O


*tanaaaaaaaaaaaaaaaaaaan*



uahuahuahauhauh!








Beijões de Iselo*

Nenhum comentário:

Postar um comentário