Pesquisar este blog

Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Bandeirantes: ao infinito e além! - Série Texugos

Waiooow, seus lindos!

Estava eu aqui em casa assistindo novela com a minha mãe quando chega o meu pai.
Texugo: Nossa! Eu estava na casa da minha mãe e uma mulher da bandeirantes ligou perguntando pelo meu pai.

---pausa---

Meu avô faleceu há um tempo e como quase ninguém sabia o nome dele de verdade, vou tratá-lo aqui como Vô, beleza?


---volta---

Meu pai começou a descrever a situação para nós.

Texugo2: Alô?
Mulher: Boa noite, sou X da Bandeirantes e eu gostaria de falar com o Vô. :D
Texugo2: Olha, ele não está... Qual seria o assunto? u.ú
Mulher: É um assunto particular,só posso tratar com ele.
Texugo2: Só que ele não está, sinto muito ¬¬' Qual seria o assunto?
Mulher: Com quem eu falo?
Texugo2: Com o filho dele.
Mulher: Olha, é sobre um assunto da Bandeirante mesmo. Será que não tem algum outro telefone que eu possa encontrá-lo? *com erro e tudo*
Texugo2: Olha... Se você ligar pra São Pedro, pode ser que ele te arranje o telefone.
Mulher: AHN?
Texugo2: É, liga lá no Além, pede pra falar comSão Pedro que ele te dá o telefone do meu pai.
Mulher: E-ele... Ele já morreu?
Texugo2: Ô! Mais de dez anos! (mentira!!) *esforço infinito para não rir*
Mulher: Ah... Sinto muito, senhor... Deixa pra lá então... A Bandeirante agradece. Tenha uma boa noite.

Nem preciso dizer que meu pai quase matou a minha vó de tanto rir... AUHAUHAUHAUAHUAHA



Beijões de Iselo*

Nenhum comentário:

Postar um comentário